quarta-feira, 9 de novembro de 2016

A vitória do eleitor amargurado

Bem que eu disse: qualquer um dos dois candidatos presidenciais nos EUA dava no mesmo e qualquer um podia vencer devido ao alto índice de eleitores boçais que foram criados como os donos do mundo.


São 5 e 10 da manhã desta quarta-feira e o arrogante Donald Trump, que melhor espelha o sentimento de amargura e frustração dos náufragos da decadência, já pôs a mão na taça.

Há dias dava para antever a reação dos brancos trogloditas. Aquele que fosse mais agressivo e fizesse mais promessas absurdas ganharia.  O bilionário trapaceiro botou pra quebrar e vergou a adversária, que não passava de um dondoca de passos ensaiados. Uma armação compensatória do capricho conjugal e nada mais.

Aconteceu o desenlace da globalização. Um novo formato colonial ferrou milhões de norte-americanos, que viram fechar suas fábricas obsoletas. Empress como a Nike passaram a fabricar suas bolas no Paquistão; outras correram para  China. O capitalismo não tem pátria, tem lucros. Os trabalhadores ficaram a ver navios com produtos made in China.

A ideia era concentrar os investimentos no setor terciário (serviços) e no desenvolvimento da tecnologia, que fechava milhões de postos de trabalho. Estava configurado o novo modelo e aberta a porta de um crise profunda, social e existencial.

Obama foi a última carta de uma farsa primária. Falou contra a guerra e mandou cem mil americanos para o Afeganistão logo no primeiro ano de governo. De olho no petróleo mais barato do mundo, ajudou a destruir a Líbia e, de quebra, está patrocinando a guerra na Síria.  Cito para lembrar que democratas e republicanos são a mesma insanidade.

Agora, querem saber se o Trump vai fazer o que balizou sua campanha xenófoba: eu acho que sim, que vai meter os pés pelas mãos, vai perseguir 11 milhões de emigrantes sem documentos e erguer sua muralha na fronteira com o México, além de detonar o Nafta e outros pactos. E moverá uma política externa à base do medo. Fará tudo o que a civilização decadente precisar para resgatar a lenda do povo superior. Isso quer dizer: vai sobrar para todo mundo.


Isso vai afetar as relações com o mundo, inclusive com o Brasil do golpe, que vem abrindo as pernas para o capital estrangeiro. E não tem a menor importância para Trump. Vai ser um Deus nos acuda. Falaremos mais, porque estão resgatando a sentença do Juracy Magalhães, ministro da ditadura: o que é bom para os Estados Unidos, é bom para o Brasil.

2 comentários:

  1. Anônimo4:13 PM

    Com o "Adolf" Trump, ou, com a "Serial Killary", o Brasil será depenado por este governo usurpador e entreguista.
    Tá tudo dominado:
    1) Poder Judiciário, com o IMPERADOR Gilmar Mendes, do P$DB-MT/U$A;
    2) Poder Legislativo, com os TRAIDORES Renan e Maia, e, suas Quadrilhas de Corruptos Entreguistas;
    3) Poder Executivo, com o TRAIDOR MiSHELL FORA Temer e sua Quadrlha de Corruptos Entreguistas;
    4) Forças Armadas omissas e coniventes; que gostam de ser AUXILIARES dos U$A.

    ResponderExcluir
  2. Hiya !!! ... I am Sonam Raees A Hot, adorable and hot young lady, as individuals depict me in their fantasies. Conceived and raised in an exceptionally pleasant family where you wont discover individuals other than specialists and architects from a north town of India. I have dependably been an extremely unusual in all viewpoints where my everything relatives have been exceptionally bashful and sensible individuals. It is truly extreme for me to gel with a family people whose nature is all together not quite the same as what I am really conveying. I am as beguiling as any lovely hollywood superstar so why ought not I appreciate my magnificence then being in books and writing. Notwithstanding all these, I went by Goa for my further designing studies and I really got wings to my fantasy of getting to be motivated dream model of everybody's eye. In any case, four years how might I really inspire enough to have a ton of fun and celebrate. Out of the blue one of my old town companion rang who was additionally concentrating on in a similar city, for a gathering. I was extremely glad as though I was meeting my old companion and celebrating with part numerous young men. I was stunned to see her spending extravagantly and I asked her, "darlings give me an approach to profit the way you do it being an understudy". She uncovered a mystery of she working in Goa Call Girls and Goa Escorts Service. This was something new to me however this resembled with one slug two shots. As I am hot I would appreciate messing around with men and young men and where I would profit to commend all the days like VIP in Goa. Be that as it may, even now I needed to reevaluate on my choice so I asked my companion that I should buzz you back.

    Goa Female Escorts
    Goa Call Girls
    Goa Independent Escorts
    Goa Escorts

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista desde 1961, quando foi ser repórter da ÚLTIMA HORA, PEDRO PORFÍRIO acumulou experiências em todos os segmentos da comunicação. Trabalhou também nos jornais O DIA e CORREIO DA MANHÃ, TRIBUNA DA IMPRENSA, da qual foi seu chefe de Redação, nas revistas MANCHETE, FATOS & FOTOS, dirigiu a Central Bloch de Fotonovelas. Chefiou a Reportagem da Tv Tupi, foi redator da Radio Tupi teve programa diário na RÁDIO CARIOCA. Em propaganda, trabalhou nas agências Alton, Focus e foi gerente da Canto e Mello. Foi assessor de relações públicas da ACESITA e assessor de imprensa de várias companhias teatrais. Teatrólogo, escreveu e encenou 8 peças, no período de 1973 a 1982, tendo ganho o maior prêmio da crítica com sua comédia O BOM BURGUÊS. Escreveu e publicou 7 livros, entre os quais O PODER DA RUA, O ASSASSINO DAS SEXTAS-FEIRAS e CONFISSÕES DE UM INCONFORMISTA. Foi coordenador das regiões administrativas da Zona Norte, presidente do Conselho de Contribuintes e, por duas vezes, Secretário Municipal de Desenvolvimento Social. Exerceu também mandatos em 4 legislaturas na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, sendo autor de leis de grande repercussão social.