segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Esquerda dá um banho na direita no Uruguai e se consolida no Continente


4 comentários:

  1. Anônimo12:12 PM

    O PNUD (Programa das Nações Unidas) é um órgão que mede e faz comparações entre países com dados sobre crescimento, PIB, renda etc.
    Nos últimos 10 anos os países que mais enriqueceram suas populações e tiveram a maior distribuição de renda na América Latina foram: Chile, Colômbia e Peru. Todos com governo de direita. O Brasil, com tanta propaganda enganosa do Lulla, ficou em quarto. Mais um dado oficial que desmoraliza o PT como um bom governo.

    ResponderExcluir
  2. Mas esse Pedrinho Porfirio fiz sucesso entre 1971 e 1982, então que porra de "ditadura" e essa que ele "sofreu"?! Me ´parece conversa de bunda mole!

    ResponderExcluir
  3. With a Hotmail account, you can send and receive emails quickly and easily as well as login and use all Microsoft services.
    hotmail login | recover hotmail password

    This is the game so players feel very fierce , adventurous . You try to join and play this game , you will feel great like.
    fireboy and watergirl 2 | learn to fly | gun mayhem 2 | slitherio
    strike force heroes | strike force heroes 4 | tank trouble 2 | age of war

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista desde 1961, quando foi ser repórter da ÚLTIMA HORA, PEDRO PORFÍRIO acumulou experiências em todos os segmentos da comunicação. Trabalhou também nos jornais O DIA e CORREIO DA MANHÃ, TRIBUNA DA IMPRENSA, da qual foi seu chefe de Redação, nas revistas MANCHETE, FATOS & FOTOS, dirigiu a Central Bloch de Fotonovelas. Chefiou a Reportagem da Tv Tupi, foi redator da Radio Tupi teve programa diário na RÁDIO CARIOCA. Em propaganda, trabalhou nas agências Alton, Focus e foi gerente da Canto e Mello. Foi assessor de relações públicas da ACESITA e assessor de imprensa de várias companhias teatrais. Teatrólogo, escreveu e encenou 8 peças, no período de 1973 a 1982, tendo ganho o maior prêmio da crítica com sua comédia O BOM BURGUÊS. Escreveu e publicou 7 livros, entre os quais O PODER DA RUA, O ASSASSINO DAS SEXTAS-FEIRAS e CONFISSÕES DE UM INCONFORMISTA. Foi coordenador das regiões administrativas da Zona Norte, presidente do Conselho de Contribuintes e, por duas vezes, Secretário Municipal de Desenvolvimento Social. Exerceu também mandatos em 4 legislaturas na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, sendo autor de leis de grande repercussão social.