quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Reforma pra valer ou farsa (I)

É preciso ir fundo para acabar com as distorções que fazem da democracia brasileira uma balela


Essas idéias apresentadas como pilares de uma reforma política parecem mais condimentos de uma variação de procedimentos eleitorais, como se estivessem querendo preservar antigas estruturas de castas e covis.
Aí é que reside o perigo. Decidir se é voto distrital ou não, se tem coligação nas proporcionais ou não, se vamos abolir os financiamentos empresariais de campanha, francamente, nesse caso estamos falando alterações operacionais de um mesmo modelo político antidemocrático.  No caso dos financiamentos, já há uma decisão da maioria do STF, bloqueada pelo incrível ministro Gilmar Mendes, que pediu vistas mesmo depois da decisão configurada.

Se a intenção é fazer uma REFORMA POLÍTICA, é preciso questionar o modelo institucional, acabando com os bloqueios que tornam a democracia uma falácia.

O primeiro grande passo é extinguir esse sistema bicameral, removendo o Senado e enxugando o número de representantes numa única casa legislativa, como acontece hoje em 112 países como Portugal, Grécia, Suécia, Dinamarca, Islândia, Venezuela, Finlândia, Turquia, Israel, Síria e Noruega, um número maior do que os 75 que ainda têm legislativos sobrepostos. (Há pouco, como parte de uma verdadeira reforma política, a Itália optou pela extinção do seu Senado, provavelmente o mais antigo do mundo).

Há anos venho escrevendo sobre a inutilidade de uma câmara alta fazendo na prática o mesmo que a câmara baixa, o que torna a aprovação de qualquer projeto um parto: depois de passar por comissões, o projeto é submetido duas vezes aos dois plenários. E é comum voltar à casa de origem ao ser emendado na outra.

Em 2009, o jurista Dalmo Dallari incluiu a extinção do Senado como base de uma reforma política, conforme escreveu em seu livro Fundamentos do Constitucionalismo - História, Política e Direito.  Naquele ano, o jornal O Estado de São Paulo publicou uma longa entrevista com o seguinte lide:

"O modelo bicameral brasileiro não se justifica", provoca o jurista Dalmo Dallari, que trabalha em um livro sobre o constitucionalismo em que analisa a necessidade de duas casas legislativas. "Para que, além dos representantes do povo, que são os deputados, precisamos de representantes dos Estados, se eles são tão dependentes do governo federal?", questiona o professor da Faculdade de Direito da USP, colocando em xeque uma casa parlamentar que controla um orçamento de R$ 3 bilhões.

A história do Senado brasileiro, desde o Império, é a história de um paraíso reservado às oligarquias, como observou ironicamente Darcy Ribeiro, depois de um tempo lá: “o Senado é melhor do que o céu, porque nem é preciso morrer para estar nele”.

Tudo que lhe diz respeito é pura distorção do regime de direito. O mandato de cada senador é o dobro dos demais mandatários e ele ainda carrega junto dois suplentes clandestinos, um deles, em geral, o homem da mala. Quando há duas vagas, você pode votar em dois senadores. E a divisão igual de 3 por Estado, sob pretexto fantasiado da natureza de sua delegação, anula o fundamento democrático de um homem, um voto.  Com 300 mil eleitores, Roraima tem o mesmo número de senadores de São Paulo, elegeu um senador com 97 mil votos; Já em São Paulo o eleito carrega a delegação de 11 milhões de cidadãos.

O que os deputados e senadores (e vereadores) picaretas mais temem é que mexam com suas mordomias descabidas e imorais e com suas fontes de renda paralelas. Por isso, jogam com a chantagem das CPIs, em que também trazem para eles o controle das informações e o poder da extorsão. Em algumas casas, CPIs são as mais fartas fontes de renda do Caixa 2. Segundo o delator Paulo Roberto Costa, Sérgio Guerra,  ex-presidente do PSDB, recebeu um cala-boca de R$ 10 milhões para esvaziar uma CPI no Senado sobre a Petrobrás em 2009. A tal CPI teve vida breve: instalada em julho daquele ano, foi encerrada em novembro, depois que os tucanos Sérgio Guerra e  Álvaro Dias decidiram abandoná-la no final de outubro.

Duas casas fazendo a mesma coisa são redundantes, anacrônicas e custosas. Levantamento de 2007 da ONG Transparência Brasil sobre os orçamentos da União, dos estados e municípios revela que o Senado é a Casa legislativa que tem o orçamento mais confortável por legislador: seus R$ 2,7 bilhões anuais correspondem a R$ 33,4 milhões para cada um dos 81 senadores. Isso significa que naquele ano cada cidadão pagava R$ 14,48 por para cada senador.

Para preservar esse ambiente de dilapidação consentida e institucionalizada, os deputados e senadores não querem perder o controle de toda e qualquer reforma política. Não querem nem ouvir falar em plebiscitos. Isto é, tramam para excluir a sociedade de qualquer palpite. O mais grave: o novo Congresso consegue ser ainda pior do que esse o que se encerra.

Voltarei ao tema.

10 comentários:

  1. Sérgio Amorim6:50 PM

    ARTIGOS
    Pedro Porfírio: "De como Lula e sua máquina "biafraram" o PDT e similares(II)"
    14/6/2009 21:05:59 Pedro Porfírio Comente versão para impressão mandar para um amigo


    "Não votamos nesse Lula que está aí! Votamos no Lula que saiu de Garanhuns de pau-de-arara e não nesse que está aí em Brasília, aliado ao atual modelo econômico".Carlos Lupi, presidente do PDT, em ato público na ABI, julho de 2005.

    QUEREMOS DE VOLTA O PORFÍRIO QUE ESCREVEU ISSO EM 14/6/2009


    No último grande ato realizado pelo PDT, em parceria com outros partidos, ainda no final de julho de 2005, um exaltado Carlos Roberto Lupi, presidente do partido, disse perante a multidão que lotava o emblemático auditório da ABI:
    — O PDT abraçou este ato em nome da democracia brasileira porque o PT foi para a direita e aderiu ao sistema financeiro internacional. Somos intransigentes contra a corrupção e contra o modelo econômico extorsivo que achata os salários dos trabalhadores.
    A manifestação foi descrita como histórica pela jornalista Oswaldo Maneschy no site da agremiação brizolista: “o ato no auditório da ABI estava totalmente lotado por militantes de diversos partidos de esquerda, que foram mostrar sua indignação com a política econômica e a corrupção praticadas pelo governo Lula e pelo Partido dos Trabalhadores”.
    Aquela massa indignada levou Lupi a ser muito duro com o PT:
    — O que nos interessa neste momento é um projeto para o País, é configurar uma aliança que se coloque à esquerda do PT para não ficar nessa falsa polarização entre o Valério do PT ou o Valério do PSDB.
    E disse mais:
    — O fundamental é ter coragem e amor à pátria para começar um movimento como o que estamos iniciando hoje. Temos que ter coragem de dizer não!
    “Ainda vão pedir arrego”
    No dia seguinte, José Dirceu, já fora da Casa Civil, por conta do “mensalão”, mas no exercício do mandato de deputado federal, que seria cassado em 1 de dezembro, teria comentado com Marcelo Sereno, seu fiel aliado no Rio de Janeiro:
    — Esse Lupi e o PDT ainda vão pedir arrego. Ainda vão engolir essas palavras. Ano que vem, eles não terão votos nem para alcançar a cláusula de barreira. Não terão alternativa senão correr para nós.
    Para os militantes brizolistas, porém, o partido estava empinando a pipa para o grande confronto de 2006, nas primeiras eleições presidenciais depois da morte do caudilho.
    O ato foi inesquecível para alguns. Reunia lideranças do PDT, PPS, PSOL, PSTU e PCB. A partir de então, mesmo sem recursos, sem ter máquinas na mão, os brizolistas voltaram a ver sua estrela brilhar.
    Mesmo apresentando como candidato presidencial o ex—petista Cristóvão Buarque, que não empolgou as massas, ao contrário de Heloísa Helena, o PDT teve um surpreendente desempenho parlamentar, aumentando sua bancada federal de 18 para 24 deputados.
    Foi quando Lula viu que ali residia o perigo. Através de Tarso Genro, então, ministro de Relações Institucionais, e do deputado Miro Teixeira, líder do PDT, que havia sido reeleito com a pior votação de sua vida, foi maquinando a forma mais irresistível de pôr o brizolismo debaixo do braço.
    — Um ministério, opinou Miro. Um ministério é tudo.
    Lula desconfiou que o deputado estaria querendo voltar ao governo, apesar do fracasso quando, no início de 2004, rompeu com Brizola para ficar no Ministério das Comunicações, prometendo arrebanhar a maior parte dos deputados pedetistas.
    E pediu um encontro direto com o presidente do partido, aquele inflamado brizolista do ato da ABI.


    (continua...)

    CADÊ ESSE PORFÍRIO?

    ResponderExcluir
  2. Sérgio Amorim6:52 PM

    (continuando o ótimo texto do ex-Porfírio, em 14/6/2009)


    AS LUZES DO PALÁCIO
    No início de dezembro, Lula recebeu em palácio Lupi, Miro, o senador Osmar Dias, líder no Senado, e o governador Jackson Lago. E tratou de se penitenciar, ao afirmar que errara quando fez de Miro ministro, passando por cima de Leonel Brizola — e sem obter antes o seu aval.
    — Eu errei, viu, Miro? — disse Lula. E os olhos dele se encheram de lágrimas ao falar de Brizola. (Essas lágrimas ficam por conta de um atento colunista de Brasília). Esse mesmo jornalista, aliás, comentou: Lula tem mais afinidade com Miro do que com Lupi. E se sentiria mais confortável com Miro como ministro. Mas preferiu levar em conta a força de Lupi dentro do PDT.
    O encontro deu panos para as mangas. Lupi também foi muito gentil com o presidente, trocando aquelas acusações incisivas de julho de 2005 por palavras afáveis, lembrando que votara nele no segundo turno do pleito de 2006.
    Naquele dia, Miro Teixeira percebeu que não tinha muito a esperar nos seus desejos ministeriais: Lula queria o PDT inteiro e daria tempo para Lupi construir a mudança de rumo no partido, o distanciamento do discurso que associava o PT a Marcos Valério, o “careca” denunciado por Roberto Jefferson.

    O DIA DO "SIM" PREMATURO
    O marco desse tempo seria o carnaval. Depois, já em março, teria idéia de qual ministério sobraria para o PDT, já que o principal era ampliar a participação do PMDB e administrar a convivência no governo com os partidos do “mensalão”, — PTB, PP e PR (ex—PL).
    Mas Carlos Roberto Lupi tinha pressa. Antes mesmo do Diretório Nacional do PDT se encontrar em janeiro, no Rio, já havia participado de duas reuniões do Conselho Político montado por Lula, integrando líderes partidários da base aliada.
    E na sexta—feira, 12 de janeiro de 2007, com o Rio a 40 graus, reuniu o Diretório Nacional do PDT no prédio da Fundação Alberto Pasqualini—Leonel Brizola, na Praça Tiradentes, ao lado do Teatro João Caetano.
    O encontro começou às duas e meia e terminou às cinco da tarde. Apesar do resultado folgado da votação a favor da adesão — 151 X 31 e uma abstenção — registraram—se debates acalorados, com destaques para o veterano Cibilis Vianna, que surpreendeu numa renúncia às restrições que fazia a Lula desde o dia em que Brizola foi ao seu encontro em São Bernardo, e para Arnaldo Mourthé, então secretário de Relações Internacionais do partido, que qualificou aquela adesão de “capitulacionista”.
    A preocupação de Lupi era antecipar—se à posse dos 24 eleitos com discurso oposicionista. Para isso, fez aprovar uma resolução no Diretório Nacional determinando que a bancada teria que seguir piamente as decisões da cúpula partidária.

    PARA BRIZOLA, UMA MISSA
    A reunião, que começou com o Hino Nacional e uma salva de palmas para lembrar Brizola, terminou com a votação esmagadora e um racha: naquele mesmo dia, Arnaldo Mourthé, figura histórica das lutas estudantis e admirado pessoalmente por sua lisura pelo caudilho, renunciou ao cargo na Executiva, coerente com o seu discurso, em que fez um desesperado apelo:
    — Que cada um ponha a sua mão na consciência, reflita e diga um “não” rotundo a essa adesão capitulacionista.
    Pegou suas coisas e nunca mais voltou ao partido que ajudou a construir. Vitorioso em sua proposta, Carlos Lupi convidou os correligionários para uma missa na Igreja de São Benedito, no Centro da cidade, próxima ao camelódromo, dia 22, quando Brizola seria reverenciado na data do seu nascimento. Se vivo fosse, naquele janeiro de 2007, completaria 85 anos.

    ResponderExcluir
  3. Sérgio Amorim6:59 PM

    Esse texto (ótimo!) é apenas um de centenas que expõem o que é a máquina lulista, quem é Lupi e outros canalhas.
    No meio dele é falado em Arnaldo Mourthé, grande figura do PDT. Deve estar profundamente desapontado com o Porfírio atual, que ajuda à espinha dorsal dos lulistas.

    Sorte do Brizola que morreu antes da sua conversão. Não passou por esse dissabor. Como ele gostava de você e da Cidinha.. que decepção, Pedro! Lamento, mas é verdade; fico triste, também, por um dia ter confiado em você.
    Rasgo tudo que escreveste? Estavas errado? Ou a vida é assim mesmo, as traições fazem parte dela? Não achas que deve (longas) explicações ao seu (e)leitorado?

    ResponderExcluir
  4. A Presidenta sabe que a reforma só ira acontecer,se for através de um plebiscito,porque político nenhum vai dar tiro no seu próprio pé,agora vamos ver se ela terá coragem de bancar essa idéia.

    ResponderExcluir
  5. Estamos sentindo falta de um político como você,que pena que a maioria não tem o seu discernimento.
    Volta Porfírio!!!

    ResponderExcluir
  6. Junior. Muito obrigado. Estou me recuperando do câncer e espero voltar a me encontrar e participar com os companheiros.

    ResponderExcluir
  7. D I V I N A C O N V O C A Ç Ã O
    (MC.12.10) AINDA NAO LESTES ESTA ESCRITURA:(SL.108.7) DISSE DEUS NA SUA SANTIDADE: (ÊX.4.22) ISRAEL É MEU FILHO, MEU PRIMOGÊNITO; (IS.49.3) POR QUEM HEI DE SER GLORIFICADO: (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL:
    Todo Cristão desperto deve ingressar no ciclo da Nova Ordem Mundial, que chega com a criação do Reino de Deus na terra:
    (MT.25.34) VINDE, BENDITOS DE MEU PAI! ENTRAI NA POSSE DO REINO QUE VOS ESTÁ PREPARADO DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO: (JB.6.27) TRABALHAI, NÃO PELA COMIDA QUE PERECE, MAS PELA QUE SUBSISTE PARA A VIDA ETERNA, A QUAL O FILHO DO HOMEM VOS DARÁ; PORQUE DEUS, O PAI, O CONFIRMOU COM O SEU AMOR: (IS.42.21) FOI DO AGRADO DO SENHOR, POR AMOR DA SUA PRÓPRIA JUSTIÇA, ENGRANDECER A LEI E FAZE-LA GLORIOSA; (LC.12.32) PORQUE O VOSSO PAI SE AGRADOU EM DAR-VOS O SEU REINO; (1CO.15.45) POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO: (JB.14.17) O ESPIRITO DA VERDADE, QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NAO NO VÊ, NEM O CONHECE; VÓS O CONHECEIS, PORQUE ELE HABITA CONVOSVO E ESTARÁ EM VÓS; (PV.1.4) PARA DAR AOS SIMPLES PRUDÊNCIA, E AOS JOVENS CONHECIMENTO E BOM SISO; (1PE.4.17) PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUIZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA:
    (RM.13.11) E DIGO ISTO A Vós OUTROS QUE CONHECEIS O TEMPO, QUE JÁ É HORA DE VOS DESPERTARDES DO SONO; (2PE.3.4) PORQUE, DESDE QUE OS PAIS DORMIRAM, TODAS AS COUSAS PERMANECIAM COMO DESDE O PRINCIPIO DA CRIAÇÃO: (HB.5.11) A ESSE RESPEITO TEMOS MUITAS COUSAS QUE DIZER E DIFICIL DE EXPLICAR; PORQUANTO VÓS TENDES TORNADO TARDIOS EM OUVIR: (LC.16.9) E EU VOS RECOMENDO: Estudai e praticai os fundamentos cristãos, que temos divulgado através da internet, em particular no blog de Arnaldo Ribeiro ou Israel e no Site: arnaldoouisrael: (TB.5.21) FAZEI BOA JORNADA, E DEUS SEJA CONVOSCO NO VOSSO CAMINHO, E O SEU ANJO VÁ EM VOSSA COMPANHIA:

    ResponderExcluir
  8. D I V I N A C O N V O C A Ç Ã O
    (MC.12.10) AINDA NAO LESTES ESTA ESCRITURA:(SL.108.7) DISSE DEUS NA SUA SANTIDADE: (ÊX.4.22) ISRAEL É MEU FILHO, MEU PRIMOGÊNITO; (IS.49.3) POR QUEM HEI DE SER GLORIFICADO: (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL:
    Todo Cristão desperto deve ingressar no ciclo da Nova Ordem Mundial, que chega com a criação do Reino de Deus na terra:
    (MT.25.34) VINDE, BENDITOS DE MEU PAI! ENTRAI NA POSSE DO REINO QUE VOS ESTÁ PREPARADO DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO: (JB.6.27) TRABALHAI, NÃO PELA COMIDA QUE PERECE, MAS PELA QUE SUBSISTE PARA A VIDA ETERNA, A QUAL O FILHO DO HOMEM VOS DARÁ; PORQUE DEUS, O PAI, O CONFIRMOU COM O SEU AMOR: (IS.42.21) FOI DO AGRADO DO SENHOR, POR AMOR DA SUA PRÓPRIA JUSTIÇA, ENGRANDECER A LEI E FAZE-LA GLORIOSA; (LC.12.32) PORQUE O VOSSO PAI SE AGRADOU EM DAR-VOS O SEU REINO; (1CO.15.45) POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO: (JB.14.17) O ESPIRITO DA VERDADE, QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NAO NO VÊ, NEM O CONHECE; VÓS O CONHECEIS, PORQUE ELE HABITA CONVOSVO E ESTARÁ EM VÓS; (PV.1.4) PARA DAR AOS SIMPLES PRUDÊNCIA, E AOS JOVENS CONHECIMENTO E BOM SISO; (1PE.4.17) PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUIZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA:
    (RM.13.11) E DIGO ISTO A Vós OUTROS QUE CONHECEIS O TEMPO, QUE JÁ É HORA DE VOS DESPERTARDES DO SONO; (2PE.3.4) PORQUE, DESDE QUE OS PAIS DORMIRAM, TODAS AS COUSAS PERMANECIAM COMO DESDE O PRINCIPIO DA CRIAÇÃO: (HB.5.11) A ESSE RESPEITO TEMOS MUITAS COUSAS QUE DIZER E DIFICIL DE EXPLICAR; PORQUANTO VÓS TENDES TORNADO TARDIOS EM OUVIR: (LC.16.9) E EU VOS RECOMENDO: Estudai e praticai os fundamentos cristãos, que temos divulgado através da internet, em particular no blog de Arnaldo Ribeiro ou Israel e no Site: arnaldoouisrael: (TB.5.21) FAZEI BOA JORNADA, E DEUS SEJA CONVOSCO NO VOSSO CAMINHO, E O SEU ANJO VÁ EM VOSSA COMPANHIA:

    ResponderExcluir
  9. C A L O T E J U D I C I A L I I
    PROCESSO No. 88026001-2 SEPULTADO VIVO PELO “JUIZO” DA 14ª. VARA DA JUSTIÇA FEDERAL EM SÃO PAULO – SP – BR:

    Conforme comprovam os autos do Processo em apreço, a infeliz da “juíza” que engendrou a injustiça que se consuma contra órfãos e viúva; o fez intencionalmente alegando falta de “IRRESIGNAÇÃO”; com o propósito de justificar a maldade e a covardia do seu vergonhoso ato, por não conhecer a Deus e nem temer o Senhor:
    Se houvesse um só JUSTO entre nós, esta injustiça já teria sido devidamente reparada, a exemplo da profusão de injustiças sociais que tem sido praticadas descarada e impunemente há longo tempo:
    Entretanto, a maioria das autoridades brasileiras estão empenhadas em apurar fraudes, corrupções e desonestidades mutuas, sem capacidade e sem tempo para governar esta nação propensa ao caos.

    (TG.2.8) SE VÓS, CONTUDO, OBSERVAIS A LEI RÉGIA SEGUNDO A ESCRITURA: (JB.19.36) E ISTO ACONTECEU PARA SE CUMPRIR A ESCRITRA, (RM.2.24) POIS COMO ESTÁ ESCRITO: (SL.14.3) TODOS SE EXTRAVIARAM E JUNTAMENTE SE CORROMPERAM, NAO HÁ QUEM FAÇA O BEM, NÃO HÁ NEM UM SEQUER; (OS.4.12) PORQUE UM ESPÍRITO DE PROSTITUIÇÃO OS ENGANOU, E ELES, PROSTITUINDO-SE, ABANDONARAM O SEU DEUS:

    (NE.9.10) COMO HOJE SE VÊ: (JÓ.9.24) A TERRA ESTÁ ENTREGUE NAS MÃOS DOS PERVERSOS, E DEUS AINDA COBRE O ROSTO DOS JUIZES DELA, (IS.5.23) OS QUAIS POR SUBORNO JUSTIFICAM O PERVERSO E AO JUSTO NEGAM JUSTIÇA: Para eles “a justiça era cega” até ao dia de hoje; (RM.10.3) PORQUANTO, DESCONHECENDO A JUSTIÇA DE DEUS E PROCURANDO ESTABELECER A SUA PRÓPRIA, NÃO ALCANÇARAM NEM SE SUJEITARAM A QUE VEM D DEUS:

    (IS.3.12) OS OPRESSORES DO MEU POVO SÃO CRIANÇAS , E MULHERES ESTAO A TESTA DO SEU GOVERNO: OH! POVO MEU, OS QUE TE GUIAM TE ENGANAM E DESTROEM O CAMINHO POR ONDE DEVES ANDAR:
    (MQ.3.11) OS SEUS CABEÇAS DÃO SENTENÇA POR SUBORNO, OS SEUS SACERDOTES ENSINAM POR INTERESSE, E OS SEUS PROFETAS ADVINHAM POR DINHEIRO, E AINDA SE ENCOSTAM NO SENHOR, DIZENDO: NÃO ESTÁ O SENHOR NO MEIO DE NÓS? NENHUM MAL NOS SOBREVIRÁ:
    (2PE.2/3) E MUITOS SEGUIRÃO AS SUAS PRATICAS LIBERTINAS, E, POR CAUSA DELES, SERÁ INFAMADO O CAMINHO DA VERDADE; (1TM.4.2) PELA HIPOCRISIA DOS QUE FALAM MENTIRAS E QUE TEM CAUTERIZADA A PRÓPRIA CONSCIÊNCIA:
    (IS.1.23) NÃO DEFENDEM O DIREITO DO ORFÃO, E NÃO CHEGA PERANTE ELES A CAUSA DAS VIUVAS: (2PE.2.3) TAMBÉM, MOVIDOS POR AVAREZA, FARÃO COMÉRCIO DE VÓS COM PALAVRAS FICTICIAS (COMO IRRESIGNAÇÃO) PARA ELES O JUIZO LAVRADO HÁ LONGO TEMPO NÃO TARDA E A SUA DESTRUIÇÃO NÃO DORME; (1PE.4.5) OS QUAIS HÃO DE PRESTAR CONTAS ÀQUELE QUE É COMPETENTE PARA JULGAR VIVOS E MORTOS; (LS.1.15) PORQUE A JUSTIÇA É PERPETUA E IMORTAL:
    (JB.15.20) LEMBRAI-VOS DA PALAVRA QUE EU VOS DISSE: (EC.34.26) QUEM TIRA A UM HOMEM O PÃO QUE ELE GANHOU COM O SEU AMOR, É COMO O QUE MATA O SEU PRÓXIMO: (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL:
    Felizmente, logo já não terei necessidade de pão, pois em breve voltarei para junto de meu Pai, e então os gentios que roubaram minha aposentadoria da ordem de dois salários mínimos/mês, poderão fazer bom proveito da mesma:
    (LC.6.27) DIGO-VOS, PORÉM, A VÓS OUTROS QUE ME OUVIS: (JB.14.2) NA CASA DE MEU PAI HÁ MUITAS MORADAS, VOU, POIS, VOS PREPARAR LUGAR: (AP.21.8) QUANTO AOS COVARDES, AOS INCREDULOS, AOS ABOMINÁVEIS, AOS ASSASSINOS, AOS IMPUROS, AOS FEITICEIROS, AOS IDOLATRAS, E A TODOS OS MENTIROSOS; A PARTE QUE LHES CABE É NO LAGO QUE ARDE COM FOGO E ENXOFRE, A SABER: A SEGUNDA MORTE:








    ResponderExcluir
  10. A M I G O (A) :


    NUNCA ESTARÁS A SÓS...

    Ante a névoa das lágrimas, quando a incompreensão de outrem te agite os sentimentos, lembra-te de alguém que sempre te oferece entendimento e conforto.
    Ante a deserção de pessoas queridas, quando mais necessitavas de presença e segurança, pensa nesse benfeitor oculto que jamais te abandona.
    Ante as ameaças do desânimo, nos obstáculos para a concretização de tuas esperanças mais belas, considera o amparo desse amigo certo que, em tempo algum, te recusa bom-ânimo.
    Ante a queda iminente na irritação, capaz de induzir-te à delinqüência, refugia-te no clima desse doador de serenidade que te guarda o coração nas bênçãos da paz.
    Ante as sugestões do desequilíbrio emotivo, suscetíveis de te impulsionarem a esquecer encargos que assumiste, reflete no mentor abnegado que jamais te nega defesa, para que usufruas a tranqüilidade de consciência.
    Ante prejuízos, muitas vezes causados por amigos aos quais empenhaste generosidade e confiança, medita nesse protetor magnânimo que nunca te desampara e que promove, em teu favor, sempre que necessário, os recursos precisos á recuperação de que careças.
    Ante acusações daqueles que se te fazem adversários gratuitos, amargurando-te os dias, eleva-te em pensamento ao instrutor infatigável que sempre te convida à tolerância e ao perdão.
    Ante as crises da existência que te sugiram revolta e desespero, recorda o mestre da paciência que te resguarda constantemente na certeza de que não há problema sem solução para quem trabalha e serve para o bem sem perder a esperança.
    Ante os desgostos e contratempos que te sejam impostos pelos entes amados, não te emaranhes no cipoal das afeições possessivas, refletindo no companheiro que te ama desinteressadamente muito antes que te decidisses a conhecê-lo.
    E quando perguntares quem será esse alguém que nunca te desampara e que te garante a vida, em nome de Deus, deixa que os teus ouvidos se recolham aos recessos da própria alma e escutarás o coração a dizer-te na intimidade da consciência que esse alguém é Jesus.
    Emmanuel
    (Do Livro “Algo Mais”, Francisco Cândido Xavier)



    Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/mensagens-de-animo/nunca-estaras-a-sos/#ixzz3je8kVbk9


    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista desde 1961, quando foi ser repórter da ÚLTIMA HORA, PEDRO PORFÍRIO acumulou experiências em todos os segmentos da comunicação. Trabalhou também nos jornais O DIA e CORREIO DA MANHÃ, TRIBUNA DA IMPRENSA, da qual foi seu chefe de Redação, nas revistas MANCHETE, FATOS & FOTOS, dirigiu a Central Bloch de Fotonovelas. Chefiou a Reportagem da Tv Tupi, foi redator da Radio Tupi teve programa diário na RÁDIO CARIOCA. Em propaganda, trabalhou nas agências Alton, Focus e foi gerente da Canto e Mello. Foi assessor de relações públicas da ACESITA e assessor de imprensa de várias companhias teatrais. Teatrólogo, escreveu e encenou 8 peças, no período de 1973 a 1982, tendo ganho o maior prêmio da crítica com sua comédia O BOM BURGUÊS. Escreveu e publicou 7 livros, entre os quais O PODER DA RUA, O ASSASSINO DAS SEXTAS-FEIRAS e CONFISSÕES DE UM INCONFORMISTA. Foi coordenador das regiões administrativas da Zona Norte, presidente do Conselho de Contribuintes e, por duas vezes, Secretário Municipal de Desenvolvimento Social. Exerceu também mandatos em 4 legislaturas na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, sendo autor de leis de grande repercussão social.