sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Contagem regressiva: 48 horas para garantir a vitória que consagrará 70 anos de vida honrada, honesta e dedicada às causas justas



Agora, mais do que nunca, precisamos de cada um para voltar a servir a todos na Câmara Municipal


Durante 15 semanas, desde o último dia 8 de julho, apresentamos a você nosso perfil de candidato e nosso pensamento crítico sobre os problemas de nosso cotidiano. Relatamos nosso desempenho parlamentar, falamos de nossa biografia e de nossos novos projetos na volta à Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Agora, a 48 horas do reencontro com as urnas, reenviamos a você nossos "satinhos eletrônicos", com um pedido para que os imprima, distribua e também repasse pela internet a seus amigos, aos quais você poderá recomendar a leitura do nosso blog www.vereadordeverdade.com para que tirem qualquer dúvida a nosso respeito. E para que saibam porque você nos confiará seu voto, lembrando nossa vivência de quase 70 anos à prova de qualquer avaliação.

Se preferir, simplesmente anote o número 40123 e repasse pelos meios a seu alcance, como se fosse você o próprio candidato. Porque todos têm razões de sobra para empenhar-se nessas 48 horas num trabalho de que terão orgulho por toda a vida. Falamos isso sem medo, porque nossa biografia de homem público honrado, honesto, leal e dedicado está aí como alicerce de nosso pedido de ajuda.

Mesmo se você não morar no Rio, terá sempre pessoas por aqui com quem mantém relações e a quem poderá recomendar nosso nome. Não apenas por nós, mas principalmente pelo fortalecimento da democracia e pelo resgate da confiança numa casa legislativa.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista desde 1961, quando foi ser repórter da ÚLTIMA HORA, PEDRO PORFÍRIO acumulou experiências em todos os segmentos da comunicação. Trabalhou também nos jornais O DIA e CORREIO DA MANHÃ, TRIBUNA DA IMPRENSA, da qual foi seu chefe de Redação, nas revistas MANCHETE, FATOS & FOTOS, dirigiu a Central Bloch de Fotonovelas. Chefiou a Reportagem da Tv Tupi, foi redator da Radio Tupi teve programa diário na RÁDIO CARIOCA. Em propaganda, trabalhou nas agências Alton, Focus e foi gerente da Canto e Mello. Foi assessor de relações públicas da ACESITA e assessor de imprensa de várias companhias teatrais. Teatrólogo, escreveu e encenou 8 peças, no período de 1973 a 1982, tendo ganho o maior prêmio da crítica com sua comédia O BOM BURGUÊS. Escreveu e publicou 7 livros, entre os quais O PODER DA RUA, O ASSASSINO DAS SEXTAS-FEIRAS e CONFISSÕES DE UM INCONFORMISTA. Foi coordenador das regiões administrativas da Zona Norte, presidente do Conselho de Contribuintes e, por duas vezes, Secretário Municipal de Desenvolvimento Social. Exerceu também mandatos em 4 legislaturas na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, sendo autor de leis de grande repercussão social.