segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Enquete: em quem você votará para Presidente no dia 3 de outubro?

Vamos tirar a dúvida: em quem você votará para Presidente no próximo dia 3?
Veja na coluna ao lado e escolha  seu candidato ou candidata.
Você tem até às 18 horas do  dia 2 para votar. Avise a seus parceiros na internet.
Se desejar, faça um comentário sobre as eleições que se avizinham.

2 comentários:

  1. Eu espero que o povo brasileiro vote com conciência, independente do candidato. Que não sejam hipócritas de, aquele em que votou, governe contrário ao que o povo espera e começe aquela 'ladaínha' de que o governo não presta, não ajuda, etc. O momento é esse, está em nossas mãos mudar o destino desse país, se votar errado não venham a clamar a Deus pela mudança em nossa pátria, que Deus não vai ouvir, porque o momento é esse e está em nossas mãos.
    Junior
    Paraná

    ResponderExcluir
  2. Anônimo6:11 PM

    O neo-liberal original José Serra srá meu candidato. Genérico falsificado (e ventríloqua) jamais!

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista desde 1961, quando foi ser repórter da ÚLTIMA HORA, PEDRO PORFÍRIO acumulou experiências em todos os segmentos da comunicação. Trabalhou também nos jornais O DIA e CORREIO DA MANHÃ, TRIBUNA DA IMPRENSA, da qual foi seu chefe de Redação, nas revistas MANCHETE, FATOS & FOTOS, dirigiu a Central Bloch de Fotonovelas. Chefiou a Reportagem da Tv Tupi, foi redator da Radio Tupi teve programa diário na RÁDIO CARIOCA. Em propaganda, trabalhou nas agências Alton, Focus e foi gerente da Canto e Mello. Foi assessor de relações públicas da ACESITA e assessor de imprensa de várias companhias teatrais. Teatrólogo, escreveu e encenou 8 peças, no período de 1973 a 1982, tendo ganho o maior prêmio da crítica com sua comédia O BOM BURGUÊS. Escreveu e publicou 7 livros, entre os quais O PODER DA RUA, O ASSASSINO DAS SEXTAS-FEIRAS e CONFISSÕES DE UM INCONFORMISTA. Foi coordenador das regiões administrativas da Zona Norte, presidente do Conselho de Contribuintes e, por duas vezes, Secretário Municipal de Desenvolvimento Social. Exerceu também mandatos em 4 legislaturas na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, sendo autor de leis de grande repercussão social.