segunda-feira, 9 de março de 2009

Um verdadeiro libelo contra o arcebispo excomungador

Algumas pessoas ficaram tão indignadas com a atitude do aercebispo de Recife que escreveram diretamente a ele. É o caso da professora Leia Brito, cujo teor, um verdadeiro libelo, transcrevemos a seguir:

Sr. arcebispo de Olinda e Recife,

O senhor e seus cúmplices do Vaticano (dessa Igreja Católica Apostólica Romana ditorial e criminosa – pois responsável por inúmeros crimes contra a humanidade) acabam de cometer outro grave CRIME: o de “desmoralização pública” (que se enquadra no crime de calúnia e difamação – CF/1998) dessa inocente e indefesa CRIANÇA, vítima de dois crimes hediondos: estupro e pedofilia, através da excomunhão, ALARDEADA PELO SENHOR ATRAVÉS DA MÍDIA NACIONAL E INTERNACIONAL, de sua mãe e dos médicos que realizaram o procedimento do aborto LEGAL de gestação de gêmeos, quando o corpinho da vítima não estava maduro nem para gerar uma criança apenas. Aborto Legal, SIM, porque foi realizado com o objetivo LOUVÁVEL de salvar a sua VIDA (não apenas o ato dessa menina respirar, mas o seu futuro como ser humano, com direito à felicidade neste mundo). Há que se lembrar que a outra vítima do abuso sexual (a irmã da menina grávida), além de ser outra menina, é ainda deficiente mental e físico, ou seja, mais indefesa ainda.

Daí, diante de tantas PROVAS IRREFUTÁVEIS de que essas duas meninas são vítimas de um criminoso bábaro, eu pergunto: por que o senhor e o Vaticano cometeram o crime de desmoralizá-las publicamente? Porque, na verdade, as mulheres não tem valor algum para a Igreja Católica. Daí a discriminação dessa criança do sexo feminino (vítima de um pedófilo estuprador), através de um SEGUNDO ESTUPRO, agora de natureza social, representado pela excomunhão de sua mãe e dos médicos que protegeram sua vida.

O desvalor da mulher pela Igreja, meticulosamente engendrado no Gênesis da Bíblia, através da figura “triçoeira” de Eva (a corruptora do puro Adão) está confirmado, também, no fato de a única mulher aceita por essa instituição religiosa – Nossa Senhora – ter um perfil absolutamente oposto ao de uma mulher real: ela se engravidou sem contato físico – através de um anjo (figura andrógina – sem sexo definido); deu à luz sem perder a já preservada virgindade (Jesus então não podia ser de carne e osso); e nunca foi tocada em tempo algum por homem algum (José, seu marido, também era um andrógino?). Desta forma, a Igreja se vale do conceito machista de que a Mulher é imunda (por isso inferior) e o homem é puro (por isso superior), para discriminá-la e persegui-la. É o que vem fazendo através dos tempos, incluindo aí a Inquisição da caça às bruxas que, na verdade, eram as parteiras que ensinavam às mulheres daquela época os métodos da contracepção (mais de 90 foram queimadas vivas na Alemanha). Toda essa VERDADE INQUESTIONÁVEL foi documentada pela teóloga alemã Uta Hanke Heinemann, em sua pesquisa de pós-doutorado, intitulada “Eunucos pelo Reino de Deus” - publicada pela Editora Rosa dos Tempos, a qual a sábia Rose Marie Muraro denominou de “Bíblia da Mulher Moderna”. O senhor conhece essa maravilhosa obra (e deve condená-la, claro, pois ela desmascara a “Santa” Igreja), e sabe também que a sua autora preferiu ser excomungada por João Paulo II a deixar de dar à luz a este conhecimento que mostra a face macabra da Igreja Católica.

Comandada por machistas covardes – os Eunucos pelo Reino de Deus – que não castigam com a excomunhão nem mesmo os padres pedófilos estupradores de crianças inocentes e indefesas, a Igreja Católica, através do senhor - arcebispo de Olinda e Recife, persegue agora essa Menina-Mulher vítima de dois crimes hediondos. Só falta o senhor pressionar a Justiça para absolver esse estuprador pedófilo, com base na justificativa dele de que "as meninas me provocavam", exatamente, como Eva fez com Adão.

O senhor não percebeu ainda, que, além de humilhar publicamente essa menina, com essa ação espúria de excomungar a mãe dela e os médicos que protegeram sua vida, está incentivando a Pedofilia e o Estupro no Brasil, especialmente, na Região Nordeste do nosso país, assolada pela miséria econômico-social? Certamente que D. Helder Câmara (seu antecessor) estaria REVOLTADO com a sua atitude criminosa e o condenaria, se tivesse esse poder, com a EXCOMUNHÃO. O senhor e todos os seus cúmplices “eunucos pelo reino de deus” deviam, sim, ser processados e julgados pela Justiça comum. A criança, vítima dessa desmoralização pública, e aqueles que a defenderam da barbaridade sofrida, merecem essa retratação jurídica perante a sociedade.

O Senhor não terá o trabalho de me excomungar da sua “santa” Igreja, porque sou ATÉIA, com toda dignidade e com muita honra.

Profa. Leila Brito
letraporletra@hotmail.com

8 comentários:

  1. Leopoldo Rezende2:10 PM

    ´Bravo!!
    Arrebentou!
    Chegará o tempo em que ninguém será excomungado... Viveremos num mundo ateu, um mundo que com certeza será muito mais critão que esse.

    ResponderExcluir
  2. Bravos!!! Querida Leila Brito, mil vezes Bravos, BRAVISSIMO, Já era hora de alguém dizer aos ocultadores e insentivadores de pedófilos, aquilo que só alguém Leila com sua coragem e seu arrojo foi capaz de dizer. Continuo seu admirador. O mundo precisa de almas liberta como a sua para desmascarar sem medo esta camarilha milenar. Parabéns. Um abraço do amigo Leon Diniz.

    ResponderExcluir
  3. Leila,

    Comungo(pode?) plenamente da sua argumentação e da sua indignação. Já passou da hora de pararmos de visitar Igrejas construídas com sangue e morte de escravos e que são apresentadas como se fossem obras de louvor a Deus(diferente de você, eu não sou ateu. Mas isso não faz diferença nenhuma). Papa, bispos, cardeais, arce-bispos, padres, etc. e etc., são mulheres? São casados(nem as madres são)? Têm filhos(nem as madres têm)? É por isso que ficam vomitando asneiras enquanto os urubus vão comendo as carniças dos inocentes. É cômodo e seguro cumprir esse papel de hipócrita de Deus.
    Parabéns pela clareza e intensidade da suas palavras.

    ResponderExcluir
  4. Caríssima amiga Leila, com toda certeza, esta não é, não foi, e nem nunca será a igreja de Jesus de Nazaré e muito menos o templo do Deus. O Cléro Católico Apostólico Romano, que nada tem de Cristão ou do Nazarenismo primitivo já se desmantela tarde. Cabe agora as pessoas simples e de boa vontade, entenderem que não devem mais, movidos pela fé ou pelo vasío da alma prestar dedicação diária e prosseguirem sustentando as paredes deste reino de podridão e crimes históricos que vem desmorando desde os brados heróicos do iluminado Francisco de Assis que reconhecia na natureza o real templo de Deus.
    Por Leon Diniz

    ResponderExcluir
  5. Se você é atéia só posso lamentar...eu creio num Deus único e Vivo que derrama muitas bençãos na minha vida. Sou católica apostólica romana...assim como em qualquer instituição há pessoas que fazem as coisas certas, outras nem tanto, até concordo que talvez tenha sido um pouco precipitado a atitude do bispo, mas sei também que devemos estar na Igreja por Jesus Cristo aquele que morreu por cada um de nós na Cruz, que deu seu Sangue derramado para sermos salvos dos nossos pecados. Sou TOTALMENTE contra o aborto, porque sei que em pouquissimo tempo uma VIDA sem culpa de nada é gerada, seja por um ato de amor, por puro prazer ou até mesmo por um estupro. Só quem pode nos tirar a Vida é Jesus Cristo, assim como Ele também nos deu esse maravilhoso Dom. Imagina quantas crianças foram abortadas e poderiam ter um futuro brilhante e ajudarem até mesmo na ciência, ou em trabalhos sociais e voluntários. Imagine se um Francisco de Assis, uma Dorothy Stang, mais conhecida como Irmã Dorothy , fora outros milhares de pessoas fantástica que passaram e aindam passam por esse mundo. Oq que seria de nós?! é muito fácil julgar, mas não podemos colocar todos num mesmo "saco". O amado e saudoso Papa João Paulo , ajoelhou-se, ou melhor humilhou-se e pediu perdão pelas atitudes da Igreja na época da Inquisição...as pessoas que não tem o que falar da Igreja Católica Apostólica Romana só falam essas coisas porque não conhecem trabalhos belíssimos que é feito com pessoas que são dependentes químicos, idosos , crianças...enfim uma série de trabalhos é feito que não cabe a mim ficar te explicando, para conhecer um deles cito a COMUNIDADE CANÇÃO NOVA, www.cançãonova.com.br, que tem um maravilhoso trabalho de evangelização.... Por fim, somos pela VIDA, e não pela MORTE

    Que Deus te abençoe e todos aqueles que tenham a mesma opinião que você...A Igreja Católica Apostólica Romana sempre foi e será perseguida porque Ela sim é a Verdadeira Igreja de Cristo, porque " dá a cara para bater" em qualquer situação.

    ResponderExcluir
  6. Reproduzo aqui, ipsis litteris, a carta que a escritora Rosa de Souza escreveu a um leitor que defendeu a Igreja na excomunhão da mãe e dos médicos que realizaram o aborto na CRIANÇA de 9 anos que se engravidou de GÊMEOS frutos de crimes de ESTUPRO e PEDOFILIA. Trata-se de uma boa resposta a quem considera a Igreja como "mãe dos pobres", mesmo ela contribuindo para o estupro de várias crianças pobres, mantendo os padres pedófilos em seu quadro de "pastores" de seus rebanhos infantis. É simples assim: eles fazem o mal às inocentes crianças que fingem orientar para a vida, e depois a "santa" Igreja Católica faz a "caridade" de tratar os traumas sofridos por essas crianças e livrar os padres da excomunhão e de perder o "emprego". Assim, para ser a favor da Igreja nesse e em todos os casos de apoio à pedofilia e estupro, basta ter posse de três qualidades apenas: sensibilidade, inteligência e conhecimento.
    Abaixo a preciosa carta da sensível, inteligente e culta escritora Rosa de Souza.

    "Caro Jandeilson Galvão Bezerra,

    Para ser Gente e crescer... Gente não se escreve com "J". Sabia?

    Contudo, você tem desculpa visto nos ter demonstrado que não sabe muita coisa. Tenho lido os seus textos.

    Sabia que as freiras - ao longo dos tempos - têm tido suas crianças, quase sempre filhos de fidalgos ou nobres e cléricos, (aliás, o Crime do Padre Amaro não é ficção..) para abandoná-las em subterrâneos ou noutros lugares? Muitas vezes já cadáveres outras ainda com vida. No século XVII, para falar apenas de um, o bispo de Poitier, França, teve 330 filhos. Ele era um bom católico, por isso ninguém fez aborto...

    Diga-me, porque tenho uma grande ânsia em entender:

    porque dão tanta importância a um feto e não se importam com as crianças? Acha que a vida nas favelas, o horror de viver sem esperança, chafurdando na ignorância, com medo até no sono, percorrer as ruas com arma na mão, como se fosse o maior tesouro, estatus... - é viver?

    Qual é a razão por que sendo o Vaticano a mais rica instituição do mundo, não cria condições escolares, de saúde e sociais a esses que tanto precisam? Os quais só não foram abortados porque as mães não tinham dinheiro para o aborto? Não será porque a Igreja só sobrevive devido a uma única razão: a ignorância do povo?

    Povos cultos e bem nutridos sabem discernir entre o dogma e a Verdade, entre o humano e o inumano.

    Todos falam de democracia, mas já viu algo mais antidemocrata do que a Igreja? Todos falam dos direitos da mulher, mas já reparou que o lugar mais alto a que uma mulher pode aspirar dentro do Vaticano é ser a cozinheira do papa? O que isso tem a ver com Cristo?

    Todos falam de direitos humanos, de necessidade de coerência, mas já reparou que ninguém presta atenção quando um homem deixa uma mulher grávida, (nem é excomungado...) mas são os homens quem mais defende o "direito à vida".

    O útero é a maior razão do ciúme que o homem tem da mulher, mas não tem capacidade para ser responsável como ela -- é genético, é natural. Sendo assim, aborto é um assunto exclusivamente feminino. Nós mulheres (mas não as que têm a cabeça lavada pelas igrejas), somos quem deve decidir. Terá também de ser uma decisão individual, cada uma tem as suas razões.

    As religiões sempre foram as maiores incentivadoras de todas as guerras. Para isso eram precisos soldados. Era necessário que a mulher fosse uma máquina de ter filhos. Se assim não fosse, em lugar de pregar uma moral amoral, distribuiriam camisinhas na cestinha da missa. Porém, preferem saquear através do medo do inferno, culpas e promessas os poucos centavos de muitos. Com uma pequena parte desse dinheiro a Igreja faz o seu trabalho de persuasão. Muitas vezes sutil e subliminar. O resultado são pessoas como você.

    É uma pena. Mas você sabe que ainda há esperança? Em vez de repetir o que ouve -- leia. Instrua-se e tente ser mais humano. Não coloque nos seus pés os sapatos de grife do papa, mas os chinelos rotos da mãe grávida, com fome, ultrajada e abandonada.

    Você tem filhas? Imagine essa sua querida filha, que você tanto beijou, tanto abraçou desejando-lhe o melhor que o mundo pode oferecer, estuprada pelo homem que você também amou. Ver essa filha tão frágil e pequena, podendo ainda ter toda a esperança do mundo pela frente, agora traumatizada, sentindo-se suja, humilhada, abandonada e de alma ensanguentada. Que mãe seria ela? O que teria para dar? Se ela ainda nem tinha sido criança... Pense, pense dentro do seu coracão, dentro do que tem de melhor dentro de você. Seja realista. Ame a sua espécie, e não deseje que continuemos miseráveis. Imagine a sua espécie, o Homo Sapiens, vivendo com dignidade. Só assim a paz aparecerá no horizonte, mas somos nós as mulheres que temos de lutar por isso - porque somos mães. Só que, não mais queremos ser mães de abortos da natureza, mas mães de Gente (com um G) de Verdade.

    O mal da Humanidade sempre foi e continua sendo a ignorância, o fundamentalismo e o fanatismo. Se você é um desses que critica o Islã, pense bem, pois não está muito longe deles.

    NOTA: Segundo os místicos (esses que podem ver além das três dimensões) a alma só entra no corpo no momento do nascimento.

    Para um mundo melhor, um mundo onde a mulher não mais tenha de recorrer ao aborto, nem ao medo ou sofrer humilhações."

    Rosa DeSouza
    www.rosadesouza.com
    Delegadapara Florianópolis do Movimento Poético Nacional
    http://clubecaiubi.ning.com/profile/RosaDeSouza
    http://ecosdapoesia.net/index/r.htm
    http://muraldosescritores.ning.com/profile/RosaDeSouza
    www.avpb.olga.kapatti.nom.br/avpb_home.html
    Recanto das Letras
    pergunteaseussonhos@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  7. Marilda Conceição de Oliveira10:09 PM

    Porfirio,Sra.Leila,O Vaticano está precionando o Estado de forma urgente.O Brasil é um País com Estado Laico; pois em nossa Constituição há o artigo que garante liberdade de culto religioso,mesmo em público. Há também em nosso País a separação entre Estado e igreja.O povo
    brasileiro quer liberdade de escolher sua religião ou crença assim como tem o respeito por todas como tem o respeito a todos os imigrantes que aquí chegam. O vaticano ajudou a financiar o Banco de Placenta da Universidade do Sagrado Coração em Roma; mas, o Vaticano se opõe e alega tratar-se de uma violência contra a vida humana.O Vaticano gastou milhões em defesa dos padres pedófilos em 2008, O Vaticano recebe dinheiro das igrejas espalhadas pelo mundo mas, nunca se preocupou em ajudar os pobres africanos morrendo de fome; sou católica,tenho Fé em Deus,na Imaculada... mas adoro ler o evangelho de Kardek, e me realizo fazendo a meditação trancedental porque o mais importante no ser humano é ter fé, e muito amor no coração.

    ResponderExcluir
  8. Marilda Conceição de Oliveira11:20 PM

    Porfírio/ Leila, voçê falou nos chinelos do Papa; - quando ele veio ao Brasil, nos seus aposentos as roupas foram confeccionadas em
    seda e com fios de ouro,acredita que os chinelos de quarto também tinha fios de ouro; - Por toda esta ostentação que hoje eu não consigo mais falar o Romana, sou católica e apostólica só.

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista desde 1961, quando foi ser repórter da ÚLTIMA HORA, PEDRO PORFÍRIO acumulou experiências em todos os segmentos da comunicação. Trabalhou também nos jornais O DIA e CORREIO DA MANHÃ, TRIBUNA DA IMPRENSA, da qual foi seu chefe de Redação, nas revistas MANCHETE, FATOS & FOTOS, dirigiu a Central Bloch de Fotonovelas. Chefiou a Reportagem da Tv Tupi, foi redator da Radio Tupi teve programa diário na RÁDIO CARIOCA. Em propaganda, trabalhou nas agências Alton, Focus e foi gerente da Canto e Mello. Foi assessor de relações públicas da ACESITA e assessor de imprensa de várias companhias teatrais. Teatrólogo, escreveu e encenou 8 peças, no período de 1973 a 1982, tendo ganho o maior prêmio da crítica com sua comédia O BOM BURGUÊS. Escreveu e publicou 7 livros, entre os quais O PODER DA RUA, O ASSASSINO DAS SEXTAS-FEIRAS e CONFISSÕES DE UM INCONFORMISTA. Foi coordenador das regiões administrativas da Zona Norte, presidente do Conselho de Contribuintes e, por duas vezes, Secretário Municipal de Desenvolvimento Social. Exerceu também mandatos em 4 legislaturas na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, sendo autor de leis de grande repercussão social.